Pesquisar este blog

sexta-feira, 4 de junho de 2010

DICAS DE VIAGEM PARA A ÍNDIA


Como parte de sua preparação pré-viagem é sugerido que você leia as seguintes informações para que torne sua viagem ainda mais agradável e completa. Além de ler este guia antes da partida, Imprima para que você o traga durante a viagem, pois ele contém informações importantes que lhe ajudarão a se sentir mais confortável durante sua estadia na Índia.




• Na Chegada ao Aeroporto: Favor ao chegar no aeroporto, mantenha a sua bagagem por perto. Não se assustem com o grande número de pessoas e cartazes na saída do aeroporto da Índia.



• Itens recomendados para levar: - Óculos de grau e escuros reserva. - Filtro solar - Boné ou chapel. - Máquina fotográfica. - Cadernetas para anotações (diário). - Traje de banho. - Medicamentos de uso pessoal. - Lenços umedecidos tipo Baby Wipes ou sabonete anti-bactariano gel. - Despertador - Artigos de toalete. -
Para mulheres, absorventes higiênicos. - Roupas leves e confortáveis. É melhor levar roupas mais soltas, não transparentes e que cubram os ombros e as pernas. - "Ipod" com suas músicas preferidas. - Repelente de insetos. - Lenços umedecidos tipo Baby Wipes. - Levar roupas um pouco mais quentes para Nepal e Tibet, pois no inverno pode fazer frio ao amanhecer e entardecer.


• Valores: Não deixar objetos de valor nos quartos do hotel. Objetos como jóias, dinheiro e passaporte devem ser deixado nos cofres dos quartos ou nos cofres da recepção.


• Vistos e Vacinas: Brasileiros necessitam de visto para a Índia. Consulte o website official de Consulado Geral da India em São Paulo, Brasil para checar os requisitos de visto para India, o website é http://www.indiaconsulate.org.br/ . Para todos os viajantes é necessário vacina válida de febre amarela. Uma vez Vacina de Febre Amarelo é valido por 10 anos. Também é necessário passaporte com, no mínimo, seis meses de validade.


• Bagagens: Mala ou qualquer tipo de bolsa de viagem. O único limite de peso envolvido é o estabelecido pelas Cias Aéreas(dois volumes de até 32 kg cada, nos vôos internacionais, e um volume de 20 kg nos demais vôos, sujeito a alteração pela companhia aérea sem aviso prévio).


• Ligar para o Brasil: Facilmente você pode telefonar para o Brasil dos hotéis ou telefones públicos chamado PCO.


• Moeda: Quase todos os hotéis aceitam e convertem dólares para a moeda local(Rúpia) e aceitam cartões de crédito internacionais. 1 dólar americano equivale a 46 Rúpias. Exemplo: Com 46 rúpias você pode comprar 3 latinhas de coca-cola na rua.


• Clima: Melhor época para viajar na Índia é em Fevereiro e Março ou consequentemente depois em Outubro e Novembro, o clima é seco e a temperatura agradável. É recomendado levar um casaco para a noite.


• Estradas Indianas: O segredo de se atravessar estradas indianas é primeiro olhar à direita, depois à esquerda, então para trás e para frente, para finalmente atravessar a rua antes que alguém ou algo derrube você.


• Transporte: As viagens por terra são lentas, mas, apesar da lentidão viajar por terra na Índia é extremamente interessante com inúmeros vilarejos à beira da estrada indiana.


• Roupas: Roupas leves e confortáveis são ideais. Para as mulheres recomendamos usar roupas um pouco mais conservadoras, calças mais largas ou saias longas, camisetas cobrindo os ombros e evitar shorts. Recomendamos levar sapato que de para tirar e colocar facilmente, tipo chinelo de dedo pois é necessário retirá-los em o templos e alguns monumentos.


• Seguro de saúde: Para o seu melhor conforto e segurança é sugerido fazer seguro de saúde antes de embarque para a Índia.


• Segurança: Índia é um país seguro. Porém, é sempre melhor cuidar com batedores de carteira em lugares como estações de trem ou mercados movimentados.


• Alimentação: Uma aventura gastronômica. A comida indiana é apimentada. Dê um tempo para seu aparelho digestivo se acostumar à este hábito da culinária hindu. Os hotéis também oferecem pratos internacionais. Cuidado com a água e evitar saladas cruas e frutas com casca. É recomendado conversar com o seu médico sobre vacinação. Evitar comer na rua. Pedir a comida sempre "No Chilli please" (não picante). Promove uma culinária diferente a cada dia. Um convite para saborear a comida do norte da Índia, que é baseada no vegetais, na manteiga clarificada, nas especiarias e leite. Comece com um popular paneer tikka com especiarias, assado no tradicional forno de carvão vegetal e servido com iogurte, salada de cebola, rabanete e chutney de menta. Entre outros pratos experimente Dal (lentilhas indianas), Nan(pão de forno indiano), pulao(arroz com frutas secas), kababs, etc. E também lassi(uma batida de iogurte com ervas).


• Água: Não beber água das torneiras pois a água das torneiras na Índia não é potável. Recomeda-se tomar sempre agua mineral.


Viajando dentro da Índia:


• Bazares Indianos: Um dos paraísos das compras é o bazar indiano, que é uma festa de cores e indumentárias, com vendedores e artistas de rua. Em muitos domicílios desta terra diversa, as tradicionais artes familiares passam de pais pra filhos, raramente, encontram-se duas peças iguais, porque a maioria das coisas é feita à mão, com materiais naturais. Cada estado possui sua própria riqueza artesanal, sua própria tradição especial, de cores e desenhos. Escolha as sedas pintadas à mão, com textura vistosa e colorida. Tecidos, de algodão maleáveis e incrivelmente leves. Há madeiras talhadas, peças em "papel mache", bordados, xales de pashmina de Cachemira, prata de Pushkar, pinturas alegres de Jaipur e as jóias do Rajasthan... marfin e madeira maciça rosada de sândalo. Tapetes pintados como aqueles dos imperadores mongóis, mármore com incrustações de pedras semi-preciosas, semelhantes às do Taj Mahal; jóias de prata e ouro com rubis, diamantes, esmeraldas e pérolas. Há também objetos úteis como bolsas, sapatos e chapéus, tudo com um belo acabamento. Preços incrivelmente baixos. Roupas do dia a dia cortados em soberbas telas indianas, com centenas de opções de tecidos, estampas, texturas e cores, com a vantagem de que, na Índia, quase tudo pode ser feito sob medida. Mesmo que seja uma camisa de seda, um anel de diamantes, um lâmpada de latão ou um tapete. Você pode trazer da viagem, também, especiarias e músicas..


• Interagindo: Quando você lidar com os indianos em varias lugares diga Namastê ou hello primeiro, sorria e isto deixará uma boa impressão na pessoa a quem você está se dirigindo. Os indianos são um povo gentil, generoso e interessado em conversar com os brasileiros.


• Barganhando: Isto faz parte da vida na Índia. Algumas dicas sobre essa refinada arte: nunca demonstre que você realmente gostou de alguma coisa que deseja comprar. Para cada exclamação do tipo "oh, que lindo!", mesmo que seja em português, o preço aumentará. Ofereça ao redor de 50% do preço inicial pedido e chegue a 75% dele. Converse com o vendedor a respeito da Índia ou do Brasil. O ato de comprar oferece uma ótima oportunidade de entrar em contato com a cultura local.


• Gorjeta: Na Índia a gorjeta assume uma importância única, ela não só representa um agradecimento por um serviço, ela é quase obrigatória. Ela também é a forma de conseguir que as coisas sejam feitas. Não é incomum 2 ou 3 funcionários do hotel trazerem a sua mala e ficarem no quarto até receberem sua caixinha. Tenha sempre muito troco. Nos restaurantes 10% é esperado. Nos hotéis, 30 rúpias para os ajudantes a levar as malas é suficiente.


• Esmolas: Favor evitar dar esmolas. Caso tiver interesse, procure uma entidade devidamente registrado junto ao Governo Indiano.


• Etiqueta: Algumas pequenas regras. A cabeça é a parte mais nobre do corpo e os pés a mais poluída, portanto, não é aceitável tocar na cabeça das pessoas ou se apontar os pés para elas. Quando sentar, coloque os pés para trás ou sente-se na posição de lótus. O contato físico entre homens e mulheres não é muito bem visto, portanto, qualquer tipo de carinho entre sexos deve ser feito privadamente e o comprimento mais aceito é o Namastê, com as mãos juntas na altura do queixo, principalmente entre homens e mulheres.


• Livros e vídeos: L i v r o s Passagem Pela Índia, Ivan Carneiro Gomes, Ed. Saraiva. Noturno Indiano, Antonio Tabucchi, Ed. Rocco. Passagem para a Índia, E. M. Foster, Ed. Europa-América. Escadas e Serpentes, Gita Mehta, Ed. Companhia das Letras. Vislumbre da Índia, Otávio Paz, Ed. Siciliano. Um Delicado Equilíbrio, Rohinton Mistry, Ed. Objetiva. O Deus das Pequenas Coisas, Roy Arundhati, Ed. Companhia das Letras. Kim, Rudyard Kipling, Ed. Livros do Brasil. O Livro da Selva, Rudyard Kipling, Ed. Ática e Melhoramentos. Oriente e Ocidente, Salman Rushdie, Ed. Companhia das Letras. O Chão Que Ela Pisa, Salman Rushdie, Ed. Companhia das Letras. Haroum e o Mar de Histórias, Salman Rushdie, Ed. Companhia das Letras. O Último Suspiro do Mouro, Salman Rushdie, Ed. Companhia das Letras. Índia, V. S. Naipaul, Ed. Companhia das Letras. Índia um Milhão de Motins Agora, V. S. Naipaul, Ed. Companhia das Letras. A Luz do Yoga, Iyengar Índia, Um Olhar Amoroso, Jean Claude Carriére, Ed. Ediouro Baghavad Gita, Ed. Pensamento V í d e o s Filha de Maharaja Maniko Kundun Passagem para a Índia Kama Sutra Gandhi Casamento Indiano Samsara Driblando Beckman O Pequeno Buda Sete anos em Tibet Lagaan Asoka


• Cinema e Arte: A Índia moderna, está absorvendo a cultura ocidental, mas talvez devido ao orgulho de sua identidade própria, sem perder as características culturais. Um grande exemplo é a indústria cinematográfica, que é a maior do mundo. Essa é a maior paixão do indiano como futebol para os brasileiros. Os cinemas vivem lotados, eles adoram seus astros, e o estilo "bollywood" (Mumbai é o pricipal centro cinematográfico). Não se vê uma invasão cultural como ocorre em outros países, que perdem a sua identidade em nome de serem modernos.


• Glossário português/hindi:


Olá - Hello / Namastê / Namaskar.
Obrigado - Dhaynyavaad.
Sim/Não - Haan / Nahin.
Tudo bom - Kya Haal Hai.
Desculpe - Sorry.
Por favor - Please - Kripya
Está bom - Thik Hai.
Como - Kya ?
Onde - Kahan ?
Quando - Kab ?
Quem - Kaun ?
Por quê - Kyun ?
Quanto custa - Kitne Ka Hai ?
Meu nome é ______ - Mera Naam Hai ______
Um - Ek.
Dois - Do.
Três - Teen.
Quatro - Char.
Cinco - Paanch.
Seis - Cheh.
Sete - Saat.
Oito - Aath.
Nove - Nau.
Dez - Das.
Cem - Sau.
Duzentos - Do Sau.
FONTE: http://indiadivina.blogspot.com/2009/03/dica-para-vaigem-para-india.html

2 comentários:

Horta Pronta Online disse...

Olá, conheça a Horta Pronta Online, a Horta que já vem pronta,

http://sites.google.com/site/hortaprontaonline/

Grato, Eliel.

marcos cianflone disse...

Estou na Índia pela segunda vez, em Nova Delhi. Achei o artigo muito bom, e entendi um pouco mais sobre as gorjetas, algo que sempre tive e tenho dúvidas. Um rapaz da limpeza do quarto já bateu na minha porta (hotel 4*) perguntando insistentemente se estava tudo bem...depois que caiu a minha ficha eu deu uma gorjeta. Por outro lado não concordo que o povo indiano seja simpático, na minha opinião são meio que arrogantes (mais ricos principalmente), e com certeza não possuem a mínima educação. A cidade tem lixo e entulho espalhado por todo canto, só venho pra cá porque tenho que vir.